Papa Francisco homenageia os excluídos em sua primeira Missa do Galo

Papa Francisco homenageou nesta terça-feira (24) “os últimos, os excluídos”, durante a Missa do Galo, celebrada na Basílica de São Pedro, ao lembrar que foram eles os primeiros a entender o alcance para a Humanidade do nascimento de Jesus.
“Os pastores foram os primeiros que receberam o anúncio do nascimento de Jesus. Foram os primeiros porque estavam entre os últimos, os marginalizados”, disse o Papa em sua breve homilia, entre as mais importantes para os católicos.
Diante de milhares de peregrinos e turistas que assistiram à missa solene no maior templo do catolicismo, Francisco voltou a citar os pobres e menos favorecidos.
“Se amamos Deus e os irmãos, caminhamos na luz, mas se nosso coração se fecha, se prevalecem o orgulho, a mentira, a busca do interesse próprio, então as trevas nos rodeiam, interiormente e por fora.”
A missa, transmitida ao vivo para 65 países, foi concelebrada com 30 cardeais, 40 bispos, 250 sacerdotes e 14 diáconos, com a participação de 100 curas, para dar a comunhão a centenas de fiéis presentes.


Jonas Deison (Sobral Online), com informações da Agência AFP