Papa Francisco transfere bispo de Sobral para a Diocese de Chapecó (SC)

Na manhã desta quarta-feira, 3 de dezembro, o papa Francisco transferiu, dom Odelir José Magri, da sede episcopal de Sobral (CE) para a diocese de Chapecó (SC), o papa também nomeou dom Zanoni Demettino Castro como arcebispo coadjutor da arquidiocese de Feira de Santana (BA), transferindo-o da diocese de São Mateus (ES). Dom Waldemar Passini Dalbello foi nomeado bispo coadjutor de Luziânia, sendo transferido da arquidiocese de Goiânia (GO).
Dom Odelir
Dom Odelir José Magri é natural de Campo Erê (SC), nasceu no dia 18 de abril de 1963. Foi nomeado bispo pelo papa emérito Bento XVI, em 12 de outubro de 2010. Escolheu como lema episcopal “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens”. 
Os estudos filosóficos e teológicos do monsenhor Odelir foram feitos em Paris, na França. Em São Paulo, ele fez diversos cursos para formadores, através da Universidade Gregoriana. Como sacerdote, exerceu o ministério pastoral no Congo Kinshasa, África (1992 a 1996); entre 1997 e 1999, monsenhor Odelir foi formador escolástico em São Paulo e pároco. Passou pelo Conselho Provincial ainda em 1999 até 2001 e foi mestre do noviciado de sua Congregação em Contagem (MG), entre 2002 e 2003. Ele é assistente geral da sua Congregação em Roma desde 2003.

Diocese de Sobral

A diocese de Sobral foi criada em 10 de novembro de 1915, pela bula Catholicae Religionis Bonum do papa Bento XV. Ela foi desmembrada da então diocese de Fortaleza. A diocese de Sobral está no norte do Ceará e tem uma superfície de 19.143 km² e cerca de 38,0 habitantes por quilômetro quadrado. É composta por 29 municípios.