Preço do metro quadrado de imóveis chega a R$ 3 mil em Sobral

O técnico de enfermagem Antonio Maia, 53, mora em uma casa de aluguel no Centro de Sobral e pretende comprar um imóvel no mesmo bairro, mas encontra dificuldades em virtude do preço médio das casas e terrenos. “É um valor muito elevado para a classe média”, avalia. Como Antonio, muitas pessoas que buscam imóveis para a compra em áreas como Centro e Derby acabam encontrando preços que chegam a R$ 3 mil por m² construído e R$ 1 mil por m² no caso de lotes. A aquisição da maior parte dos terrenos disponíveis acaba sendo feita por investidores que compram para revender mais tarde com algumas benfeitorias e a valores ainda mais elevados. É a chamada especulação imobiliária.

“Sobral é uma cidade universitária e polo industrial; um dos melhores lugares para investir no interior do estado porque está em amplo crescimento”, explica o corretor Ari Costa, coordenador da subseção Sobral e zona Norte do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci). De acordo com ele, a região do Centro é tão valorizada que os investidores que compram imóveis para salas comerciais aplicam valores superiores a R$ 1 milhão mesmo em áreas do sítio histórico no qual as fachadas não podem ser alteradas.

Resultado de imagem para Preço do metro quadrado de imóveis chega a R$ 3 mil em SobralO fenômeno dos altos preços dos imóveis não é novo e ocorre à medida que o desenvolvimento da cidade avança. A especulação imobiliária de fato existe, de acordo com Ari Costa, já que alguns investidores compram lotes, constroem e aumentam os preços de venda à medida que o preço dos lotes vizinhos são elevados. A elevação nos preços é feita pelo construtor também baseada no desenvolvimento da cidade. “O corretor é apenas uma ponte e faz o papel de mostrar ao dono do imóvel como o mercado se comporta”, explica.

Com os preços mais altos, a tendência é que a classe média siga para bairros mais distantes e que o Centro se torne cada vez mais comercial. “Esta é a tendência das grandes cidades; valorização das áreas centrais. O desafio é como trazer uma pessoa da classe média para o Centro”, aponta Costa. Na hora de adquirir um imóvel, o que os compradores mais buscam é conforto e segurança.

A tendência de Sobral para os próximos anos é a verticalização com a construção de mais condomínios, de acordo com Costa. “Sou a favor de uma verticalização consciente”, ressalta. A expectativa também é de que com a Lei que altera o perímetro urbano de Sobral, sancionada pelo prefeito Ivo Gomes na quarta-feira, 6, não haja novos loteamentos nos próximos três anos. “O novo zoneamento pode fazer com que os lotes encareçam porque encurtou a cidade e reduziu as áreas de expansão. A ideia da prefeitura é verticalizar”, ressalta Costa.

Locação

Em relação aos alugueis, a maior procura é no Centro ou nos bairros mais próximos, de acordo com Bárbara Silvestre Pontes Mendes Coelho, advogada especialista em direito imobiliário e uma das proprietárias da Imobiliária Imossil. No entanto, os valores dos imóveis não dizem respeito apenas à localização. “Não existem grandes diferenças no preço dos alugueis em virtude da localização. Essa diferença se dá mais devido a estrutura do imóvel, pois ao passo que no Centro temos imóveis com melhor localização, nos bairros mais afastados são imóveis novos e com melhores estruturas”, explica.

Como cidade universitária, outra tendência de Sobral é o aluguel em bairros próximos às universidades. “A preocupação maior no momento da procura é realmente com a boa manutenção do imóvel, boa localização e, sem dúvidas, um bom preço”, completa Bárbara.

O setor de locação também tem sido afetado pela crise. “Nesse cenário, o preço é o que sempre fala mais alto, tanto que sempre negociamos os valores sugeridos para os imóveis e não estamos reajustando os alugueis há algum tempo devido ao grande  índice de desocupação nesse último ano”, ressalta.

A especulação, de acordo com a advogada, existe principalmente na compra e venda e não tanto nos alugueis. “Não trabalhamos muito com venda de imóveis. Nosso foco hoje realmente é a locação, mas acredito que existe sim especulação, tanto que não para de abrir novos loteamentos e empreendimentos em Sobral”, explica.

Preços Médios de Imóveis

Centro e Derby – Entre R$ 2.500 e R$ 3 mil por m² construído. Cerca de R$ 1 mil por m² o lote.

Junco e Centro de Convenções – Entre R$ 1 mil e R$ 1.300 por m² construído.

Renato Parente – Lotes de terrenos de áreas 8 X 25 custam em média R$ 220 mil. Casas custam em média R$ 270 mil.

Mansão Edite (Junco) – Valor médio de R$ 5 mil por m² construído. Apartamentos custam cerca de R$ 700 mil.

Morada dos Ventos – Cerca de R$ 440 por m² em lotes de 10 X 25

Condomínio Moradas – Cerca de R$ 100 mil o lote de 10 X 25.

Granvile Residence – Cerca de R$ 200 mil o lote de 525 m²

Morada Boa Vizinhança 1 e 2 – R$ 36 mil um lote de 7 X 25

Fonte: Ari Costa – Creci Sobral

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta