Prefeito de Sobral não recebe salário e gera economia de quase 1,3 milhão ao município

Ivo Gomes (PDT), prefeito reeleito de Sobral, vem renunciando ao recebimento do salário como chefe do Executivo municipal. Isso porque, como concursado dos quadros da Procuradoria Geral do Município de Fortaleza, Ivo Gomes optou por receber o salário do cargo de origem. A decisão é amparada pelo inciso II da Constituição Federal que descreve: “investido no mandato de prefeito, será afastado do cargo, emprego ou função, sendo-lhe facultado optar pela sua remuneração”.

Em média, o gestor teria direito a receber cerca de R$ 17 mil reais por mês do município e, desde 2017, a economia aos cofres sobralenses chega a quase 1,3 milhão. Ao final do seu segundo mandato, a expectativa é que a economia ultrapasse os R$ 2 milhões.

Informações: Portal Ceará

2 Comentários
  1. Francisco Diz

    Certeza que como prefeito iria receber menos e por isso optou por receber como concursado!

  2. Francisco Diz

    Bom trabalho.
    Agradeço a Deus pela competência de nosso governo Sobralense.
    Parabéns .

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.