Primeiros bebês de 2020 nascem nas maternidades de Sobral, confira!

Os nascimentos dos primeiros bebês de 2020 nos hospitais de Sobral movimentaram as equipes na virada do dia 31 de dezembro para o dia 1° de janeiro da Santa Casa de Sobral, Hospital Regional Norte e Hospital Unimed – período em que nasceram cinco meninos e duas meninas. Gedson foi o primeiro bebê a nascer às 6h08 do dia 1°, seguido de Bruno Henrique às 9h37, Pedro Henrique às 10h33, João Lucca às 18h33, Maria Clara às 20h12,  Enrico Marques Gualberto às 16h43 e Maria Valentina às 23h34.

Mãe do bebê número 1 do ano de 2020, a dona de casa Girlândia Pinho de Souza, 37, garante que o nascimento de Gedson foi uma grande alegria no início do novo ano. “Gostei muito do atendimento aqui. Os profissionais são muito prestativos e atenciosos”, completa. Girlândia já era acompanhada pelo pré-natal do HRN desde o quinto mês de gestação em virtude de uma complicação de placenta prévia. O bebê nasceu prematuro de 34 semanas com 1kg852 e 46 cm e está internado na Unidade de Cuidados Intermediários Convencional (UCINCo).

O bebê da professora Janaína Martins dos Santos, 39, também foi apressado. A expectativa era de que o nascimento de Pedro Henrique ocorresse apenas após o dia 10 de janeiro. “Pretendíamos viajar no Ano Novo, mas nosso Réveillon foi aqui na maternidade do HRN. Foi um presente ter recebido meu filho nos braços no primeiro dia do ano”, conta divertido o pai da criança, o cortador de mármore, Inácio Tomé Rodrigues, 36. O casal mora em Cruz, no distrito de Preá, a 155 km de Sobral. Após romper a bolsa na madrugada do dia 30, Janaína foi para a maternidade da cidade que a encaminhou para o HRN. “O HRN é um hospital muito acolhedor. Recebemos toda a assistência necessária”, garante. O bebê nasceu com 3kg268 e 50 cm.

O maior bebê nascido na maternidade do HRN no dia primeiro de janeiro foi o João Lucca, com 4kg130 e 51 cm, primeiro filho da dona de casa Maria Letícia Liberato, 36, e do vendedor Antonio Wagner de Paula Filho, 19. O bebê nascido com 41 semanas de gestação trouxe a alegria do casal. “Eu estava mais ansioso que ela para o nascimento do nosso filho. Não via a hora de ele nascer. Assisti ao parto e só fiquei tranquilo quando estava com ele nos meus braços”, conta Antonio Wagner.

Maria Clara foi a primeira menina a nascer na maternidade do HRN em 2020. Pesando 3kg286 e com 50,5 cm, a criança veio para a alegria da mãe, Maria Eduarda Oliveira Sousa, 15, e da avó, a agricultora Francisca Dalva de Oliveira, 39. “Gostei muito daqui. Minha filha estava com um sangramento e cuidaram muito bem dela e da minha neta”, garante Francisca Dalva. A família mora em Campanário (Uruoca), a 58 km de Sobral.

A primeira filha da dona de casa Eliane Ripardo, 18, nasceu às 23h34 do dia primeiro de janeiro com 2kg380 e 46,5 cm. A puérpera teve uma complicação de pressão alta ao final da gravidez e foi encaminhada para o HRN. “Achei muito bom. Nunca tinha estado no HRN. Aqui recebi todas as orientações e minha filha está mamando bem”, garante. Desde o primeiro dia após o parto, Eliane é acompanhada pela amiga Léa Moura. “O hospital é muito bem estruturado, com boa acolhida”, completa Léa.Resultado de imagem para Primeiros bebês de 2020 nascem na Maternidade do Hospital Regional Norte

CASRM

O Centro de Apoio a Saúde Reprodutiva da Mulher (CASRM) do HRN é um serviço especializado no atendimento a gestantes em caso de média e alta complexidade, disponibilizando à população dos 55 municípios da Região Norte atendimento nos setores de Obstetrícia, com a Unidade de Cuidados Obstétricos (UCO), Urgência e Emergência Obstétrica, Centro de Parto Normal e Internação Obstétrica. Em 2019 foram realizados 1678 partos na maternidade do Hospital Regional Norte (HRN), dos quais 1214 partos cesáreos e 464 normais.

Maternidade Sant’Ana

A Maternidade Sant’Ana da SCMS é referência para gestações de alto risco na macrorregião de Sobral, abrindo suas portas para gestantes de 55 municípios. Em 2019 realizou 5.581 partos.

O Serviço é composto por 53 leitos, sendo 15 destinados à gestantes de alto risco, cinco no Centro de Parto Normal-CPN e 33 leitos de alojamento conjunto. Além disso, possui 15 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal, 15 no berçário na Unidade de Cuidado Intermediário Convencional (UCINCo) e sete na Unidade de Cuidado Intermediário Convencional Canguru (UCINCa) . Possui também um posto de coleta de leite humano vinculado ao Banco de leite Materno do HRN (Hospital Regional Norte), e 18 leitos na Casa da Mamãe, destinados às mães que recebem alta e seus bebês permanecem internados.

O Centro de Parto Normal-CPN

Inaugurado em maio de 2018, o Centro de Parto Normal (CPN) da SCMS dispõe de cinco quartos PPP (pré-parto, parto e pós-parto) equipados com berços, camas de parto, bola de pilates, cavalinho obstétrico, cadeira de parto vertical, cadeira de acompanhante e material de atendimento ao recém-nascido. Os quartos respeitam a privacidade e são adequados ao parto: limpos, organizados, amplos e climatizados, onde a gestante pode vivenciar o momento do parto com respeito e dignidade. Todos possuem ar-condicionado (conforto técnico), cores claras (conforto visual), e som ambiente (conforto auditivo).

- Advertisement -

Deixe uma resposta