Projeto Mandinga na Ribeira Memórias de Abayomi é um marco para a cultura da região norte do Ceará

O Projeto Mandinga na Ribeira Memórias de Abayomi, realizado nos meses de fevereiro e março de 2021, na cidade de Groaíras/Ce, consistiu na realização de oficinas-montagem artístico-culturais, realizadas através da plataforma Streamyard, com vistas na estreia de um espetáculo narrando a história (lenda) do surgimento da boneca Abayomi.

As ações constantes no objeto foram desenvolvidas em 03 etapas, realização das oficinas, estreia e gravação do espetáculo, e veiculação do vídeo nas plataformas virtuais. Concomitantemente às ações descritas acima, o projeto lança a exposição virtual O Toque do Olhar na Cultura Afro-Indígena sobre artefatos musicais do acervo disponibilizado pelo Coletivo Mandinga na Ribeira,
que se destina especificamente ao público cego e de baixa visão, e que se efetivou por meio da criação e disponibilização na Play Store do aplicativo para celular Memórias de Abayomi.

O projeto Mandinga na Ribeira Memórias de Abayomi é apoiado pela Secretaria Estadual da Cultura através do Fundo de Emergência Cultural com recursos provenientes da lei federal n° 14.017, de 29 de junho de 2020, edital Arte Livre – Edital De Criação Artística – Lei Aldir Blanc Ceará.

SINOPSE DO ESPETÁCULO TEATRAL MEMÓRIAS DE ABAYOMI
O espetáculo Memórias de Abayomi narra a história de uma mãe negra e sua filhinha com deficiência auditiva, em alto mar, vivendo um drama que mais tarde seria conhecido como diáspora africana no Brasil, forçando negras e negros a deixarem seu continente e sua família. A montagem evidencia os aspectos poéticos e brincantes da cultura negra por meio das danças africanas,
contação de histórias, cânticos e ritmos de origem yoruba, que se entrelaçam de forma harmoniosa, valorizando o diálogo emocionante entre as personagens principais, chegando ao ápice com a consagração de uma encantadora boneca Abayomi, feita ao vivo pelas próprias atrizes.

Protagonizado por mulheres negras, jovens agentes culturais residentes na periferia e na zona rural do município de Groaíras, LGBTs e criança negra de periferia, o espetáculo traz como foco a inclusão social e a acessibilidade cultural.

APLICATIVO MEMÓRIAS DE ABAYOMI
O aplicativo Memórias de Abayomi, apresenta uma exposição dos principais instrumentos musicais do acervo do coletivo Mandinga na Ribeira, intitulada “O Toque do Olhar na Cultura Afro-Indígena”. A ferramenta, pioneira no Brasil, foi desenvolvida com o objetivo de difundir e democratizar as linguagens da cultura afro-indígena para o público com deficiência visual que, segundo dados
do IBGE, somam, aproximadamente, 29 milhões de brasileiros.

Unindo os saberes e fazeres ancestrais com o que há de mais moderno em tecnologia, temos a consciência de promover acessibilidade cultural na prática, através do aplicativo que conta com audiodescrição de todas as telas, histórico (em áudio) das peças expostas, execução sonora dos instrumentos e navegação feita por comando de voz, de forma clara e instrutiva, proporcionando uma experiência única de autonomia para pessoas cegas e de baixa visão, e possibilitando o acesso sem barreiras aos bens e produtos culturais de matriz afro-indígena.

Com esta ação, o coletivo Mandinga na Ribeira de Arte e Cultura dá um passo importante no que diz respeito à salvaguarda do patrimônio cultural afro-indígena do estado do Ceará e do Brasil, bem como na garantia plena dos direitos culturais às pessoas com deficiência visual.

Deixe uma resposta