Rejeição a Bolsonaro é maior no Nordeste: 62% não votam nele de jeito nenhum, aponta Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada na última quarta-feira, 12, pelo jornal Folha de S.Paulo, mostra que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem seu maior índice de rejeição no Nordeste, Região onde 62% dos consultados disseram que não votariam no atual presidente de jeito nenhum no primeiro turno eleitoral de 2022. Segundo o levantamento, a rejeição ao presidente no País é de 54%.

Após o Nordeste, Bolsonaro registra suas maiores rejeições no Sudeste (53%), Centro-Oeste e Norte (49%) e Sul (46%), respectivamente. No Brasil, a rejeição ao ex-presidente Lula (PT) é de 36%, com números mais elevados no Sul (42%), no Centro-Oeste (42%), no Sudeste (39%) e no Nordeste (23%).

A pesquisa mostra que Lula alcança 41% das intenções de voto no 1° turno, contra 23% de Bolsonaro e 6% de Ciro Gomes (PDT). Em eventual segundo turno, tanto Lula quanto Ciro venceriam Bolsonaro; por 55% a 32%, e 48% a 36%, respectivamente. O levantamento foi realizado com 2.071 pessoas, de forma presencial, em 146 municípios, nos dias 11 e 12 de maio. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Essa foi a primeira pesquisa Datafolha feita desde que Lula reconquistou seus direitos políticos após o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, anular suas condenações judiciais na Lava Jato, com a justificativa de que a Justiça Federal em Curitiba não era o foro competente para as ações. Atualmente, com seus direito de disputar a Presidência no ano que vem, Lula vem retomando contatos políticos, indo até Brasília na última semana.

Fonte: OPovo

Deixe uma resposta