SAAE explica turbidez na água em algumas áreas da cidade

Silvestre:  SAAE mantém controle
e vigilância para a qualidade da água.

O Diretor Presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Sobral (SAAE), Silvestre Gomes Coelho Neto, esclareceu a dúvida de moradores de alguns bairros de Sobral, que reclamam da cor da água que tem chegado às torneiras das casas. Silvestre explica que as chuvas registradas nos últimos dias na região elevaram rapidamente o volume do rio Acaraú. As torrentes súbitas provocaram erosão no leito do rio e nas margens, o que faz com que a água fique naturalmente turva.
O Diretor do SAAE explica, ainda, que mesmo turva, a captação de água do rio para as estações de tratamento não deixou de ser feita. “A água que chega às casas é tratada e passa por processos de coagulação, decantação e filtração, atendendo normas de controle e vigilância da qualidade da água para o consumo humano, estabelecidas na Portaria nº 2.914 do Ministério da Saúde”.
Água bruta (direita) captada nesta terça-feira, 8 de janeiro, pela ETA do Sumaré e a mesma água (esquerda) após o tratamento do SAAE.  
“O que torna a água turva são as partículas suspensas, mas a água que sai na torneira é tratada”, reitera Silvestre, lembrando que, o volume de água tratada pelo SAAE é de 1.400m³ por hora e que, a cada duas horas, é feita a análise da qualidade da água nas estações de tratamento e, a cada dois dias, esse controle é feito por amostragem nos bairros.
Para diminuir a turbidez da água captada pelo SAAE e limpar o leito do rio Acaraú, a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Coherh) está liberando mais água do Açude Jaibaras. Segundo o Diretor do SAAE a aparência da água deverá estar normalizada até o fim desta semana, mas como as partículas aderem às paredes internas da tubulação e das caixas d’água, é recomendado fazer uma limpeza a cada seis mesesdas caixas d’água e ou do local de armazenamento da água.