Sem impostos, carro elétrico da Renault pode custar pouco mais de R$ 30 mil

Já comercializado em 35 países, o modelo elétrico Renault Twizy agora pode ser homologado e emplacado no Brasil sem imposto de exportação. Infelizmente, a legislação brasileira não mudou o suficiente para que tenhamos várias opções – como acontece em boa parte do mundo. Mas por suas dimensões reduzidas, o veículo se enquadra na categoria ciclomotor, definida na resolução nº 555, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada em 17 de setembro de 2015.
A resolução permitindo ao modelo circular apenas em vias urbanas. O Twizy tem 2,33 metros de comprimento e 1,18 m de largura e leva até dois passageiros. O motor 100% elétrico gera potência equivalente a 20 cv e tem autonomia de 100 km. Com a medida, o veículo poderia custar pouco mais de 30 mil reais no Brasil, já que seu preço na França é a partir de 7.240 euros.
A Renault tem quatro modelos elétricos no mercado: Zoe, Kangoo Z.E, Fluence Z.E e o próprio Twizy. Duas unidades do Twizy já rodam por praças e parques de Curitiba desde a Copa do Mundo de 2014. Na ocasião, a Renault e a Prefeitura de Curitiba firmaram uma parceria para a utilização do compacto, além de cinco unidades do Zoe e três do Kangoo Z.E, pela Guarda Municipal, Setran e Centro Móvel de Informações Turísticas. O projeto representa a primeira e maior parceria do País envolvendo utilização de veículos 100% elétricos no serviço público.
A Renault já comercializou mais de 130 unidades da sua gama Z.E. no Brasil, todas elas destinadas a instituições e empresas que desenvolvem projetos voltados ao uso e disseminação dessa tecnologia.
Com Informações do Auto Blog Ceará