Sergio Moro vai prestar esclarecimentos no Senado na próxima semana

Ministro da Justiça do presidente Jair Bolsonaro, Sergio Moro vai prestar esclarecimentos na Comissão de Constituição e Justiça do Senado na próxima semana, dia 19. 

A motivação da presença do ex-juiz ao parlamento é dar explicações sobre o conteúdo das reportagens do site The Intercept Brasil que aponta supostas irregularidades na condução do processo contra o ex-presidente Lula, preso em 2018.

O site, que teve acesso a conteúdos particulares da rede social Telegram, mostra uma relação próxima entre o então juiz Moro e o chefe da Força-Tarefa da Operação Lava Jato, em Curitiba, procurador Deltan Dallagnol.  

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, disse que tomou conhecimento da visita do ministro à comissão através do líder do governo na Casa, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PB). 

“Nós temos que aguardar com muita cautela e responsabilidade o desenrolar dos próximos passos em relação a essas notícias antes de tomar as decisões. A vinda do ministro Moro será, sem dúvida, uma oportunidade para os senadores terem acesso a todas as repostas que julgarem necessárias”, publicou no Twitter o presidente do Congresso. 

Ainda em relação à sessão que deve receber o ministro da Justiça, Alcolumbre afirmou que o Senado Federal vai abrir espaço “para uma ampla discussão sobre o cibercrime e sigilo de dados digitais”.

Declarações

Oficialmente, Moro já se pronunciou sobre o assunto. Em nota, o ministro lamentou a “falta de indicação de fonte de pessoa responsável pela invasão criminosa de celulares de procuradores”. Ele criticou também a opção do site de não procurar os personagens envolvidos na reportagem antes da publicação. 

“Quanto ao conteúdo das mensagens que me citam, não se vislumbra qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado, apesar de terem sido retiradas de contexto e do sensacionalismo das matérias, que ignoram o gigantesco esquema de corrupção revelado pela Operação Lava Jato”, escreveu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui