Serras e Chapadas. Herança Nativa reúne etnias e tradições em Viçosa do Ceará

 

O Encontro Sesc Herança Nativa realiza a primeira programação itinerante de 2024, em Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba, nos dias 11 a 14 de abril. O evento traz o tema Serras e Chapadas, reunindo povos indígenas, ciganos, quilombolas, comunidades sertanejas e serranas. O objetivo é promover a valorização da memória social, a preservação da própria cultura e motivar outros povos para também reconhecer suas origens, garantindo um grande encontro das expressões socioculturais dos povos originários do Ceará.

A programação gratuita acontecerá em dois pontos da cidade:  no Teatro Dom Pedro II e no Complexo Turístico da Igreja do Céu. O público poderá conferir rodas de conversas, apresentações, vivências, feira de artesanato, gastronomia, dentre outros. A abertura será na quinta-feira, 11, a partir das 18h30, com feira de artesanatos, casa da tapioca, práticas alimentares, Encontro de Escultores e Talhadores – “Madeira Matriz”, pinturas indígenas e apresentações socioculturais de Ana da Rabeca, Maracatus, Companhia Carcará Arte e Cultura e Kayro Oliveira.

Geraldo Azevedo

No sábado, 13, a partir das 21h, o público poderá conferir o show Voz & Violão do cantor, compositor e violonista, Geraldo Azevedo. Com um formato intimista, o show passeia por essas cinco décadas de composições, apresentando desde sucessos do início de sua carreira, como “Táxi Lunar” (Azevedo, Alceu Valença e Zé Ramalho), “Bicho de Sete Cabeças” (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Renato Rocha) e “Caravana”, até canções do seu último álbum solo, o CD e DVD “Solo Contigo”.

Vivências

Além da programação fixa nos dois pontos de Viçosa, o Herança Nativa proporciona vivências externas que possibilitam ao público presenciar trocas de diversas expressões culturais, dentre elas, o canto, a dança, a música, a espiritualidade, o cultivo e a alimentação, como forma de ampliar os horizontes e alargar os repertórios.

Uma das vivências externas será uma visita a Casa dos Licores, que há mais de 60 anos produz e comercializa artesanalmente licores, cachaças envelhecidas, doces, geleias, e outros produtos. Ao final, o público vai poder conferir a apresentação da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, um grupo tradicional e centenário do Cariri, promovendo uma conexão cultural entre as Chapadas do Araripe e da Ibiapaba.

Também haverá uma visita ao Parque Nacional de Ubajara, uma Unidade de Conservação de Proteção Integral que abriga gruta, riachos, cachoeiras e trilhas. Já em São Benedito, a vivência será na aldeia indígena Gameleira do Povo Tapuya Kariri. Para participar das vivências é necessária inscrição prévia, realizada no Teatro Dom Pedro II.

De acordo com o consultor de Programação Social do Sesc, Paulo Leitão, o evento valoriza as comunidades de Serra, Sertão e Litoral, possibilitando conexões entre esses povos. “O Sistema Fecomércio, por meio da liderança do presidente Luiz Gastão, tem estabelecido essa grande difusão das culturas tradicionais, no sentido de valorizar os processos educativos que pertencem a todos, que permeiam essas existências e essas formas de comunicação na sociedade”, pontua.

Feira Onde há rede, há renda   

Para quem aprecia artesanato, o evento possui um espaço dedicado para a exposição e comercialização de produtos e artesanias tradicionais produzidos pelas comunidades e coletivos que integram o Encontro Sesc Herança Nativa. Na feira poderão ser encontradas rendas, xilogravuras, produtos em couro, esculturas em madeira, artesanias feitas com sementes nativas, búzios e conchas; produtos naturais diversos, artesanias elaboradas com cipós, palhas e outras fibras naturais, dentre outros.

Gastronomia Senac e Mesa Brasil

A cultura alimentar também fará parte do Herança Nativa em Viçosa. Por meio do Senac e em parceria com o Mesa Brasil Sesc, o público terá acesso a programação do DiCumê: Socialização de Práticas Alimentares com oficinas e palestras gratuitas realizadas por instrutores do Senac, com a participação dos alunos da Instituição e mestras da cultura alimentar local. De acordo com a consultora de Gastronomia do Senac Ceará, Vanessa Santos, o evento é uma oportunidade de conhecer as culturas alimentares cearenses em seus territórios.

“É também um momento de aprendizado e de troca, os professores aprendem com as mestras da cultura e repassam para os nossos alunos esses conhecimentos, ao mesmo tempo em que ensinamos nossa prática profissional e organização de fluxos para essas mestras, que detêm a sabedoria, mas não são profissionais”, explica.

 

Serviço

Encontro Sesc Herança Nativa – Circuito Viçosa do Ceará

 

Data: 11 a 14 de abril

Local: Teatro Dom Pedro II e Complexo Turístico da Igreja do Céu – Viçosa do Ceará

Horários: A partir das

*Evento gratuito

Para conferir a programação clique aqui

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.