Sete cidades do Ceará já receberam substitutos de cubanos no Mais Médicos, diz Ministério

Onze profissionais atuam em sete cidades do Ceará como substitutos de cubanos que deixaram o programa após fim de acordo com Cuba.

Sete cidades cearenses já receberam profissionais substitutos de médicos cubanos que deixaram de atuar no Brasil após fim do acordo com Cuba, de acordo com o Ministério da Saúde. Os novos médicos estão divididos nas seguintes cidades:

  • Acaraú, 3 médicos
  • Irauçuba, 1
  • Marco, 1
  • Pacajus, 1
  • Parambu, 2
  • Quixeramobim, 1
  • Tianguá, 2

A lista com a localização e a quantidade de médicos por cidade foi divulgada nesta segunda-feira (26) pelo Ministério da Saúde.

Mais cedo, o ministério havia anunciado que 97,2% das vagas foram preenchidas. Até as 12h desta segunda, 8.278 profissionais se cadastraram e estavam alocados para atuação imediata. Eles têm até 14 de dezembro para se apresentarem no município escolhido e entregar todos os documentos exigidos no edital.

O salário é de R$ 11.800. Podem se candidatar às vagas os médicos brasileiros com CRM brasileiro ou com diploma revalidado.

As inscrições vão até o dia 7 de dezembro pelo site http://maismedicos.gov.br/, que chegou a apresentar instabilidade nos primeiros dias de abertura para cadastramento.

Deixe uma resposta