Trabalhadores da Cultura do Ceará se revoltam com demora em auxílio emergencial da lei Aldir Blanc

Secult Ceará divulgou, nesta quinta-feira, 19 de novembro, um comunicado que revoltou os artistas ao declarar que ficou impedida de dar andamento aos processos de pagamento da lei aldir blanc no Ceará.

A Secult-CE alega inconsistências no cruzamento de dados feito pela DataPrev, empresa contratada pelo MTur para realizar processamento da avaliação da elegibilidade dos trabalhadores do setor cultural.

Com o prazo de pagamento já atrasado, a Secult-CE divulgou dia 13 de novembro a lista do primeiro lote de 1.836 trabalhadores(as) da cultura aprovados na Renda Básica.

O pagamento da Renda Emergencial seria retroativa a junho, portanto, o pagamento deveria ser feito em cinco parcelas, sendo todas elas no mês de novembro, um valor total de R$3000 reais.

A Lei Aldir Blanc Ceará destinou R$ 71 milhões à cultura no Estado.

COMUNICADO OFICIAL https://www.instagram.com/p/CHyJBbFn5TY/

RESULTADO PRIMEIRO LOTE (divulgado 13 Novembro): https://www.secult.ce.gov.br/wp-content/uploads/sites/43/2020/11/LEI-ALDIR-BLANC-RENDA-BASICA-RESULTADO-1%C2%B0-LOTE.pdf

- Advertisement -

Deixe uma resposta