Trabalhadores do Marco e Jijoca são atraídos por empresa de fachada e chegando lá foram colocados em regime de Escravidão.

Dezoito trabalhadores foram vítimas de uma falsa promessa de emprego. Uma quadrilha atraiu esse pessoal para Santa Catarina, dizendo que  iria  pagar uma diária de R$ 180,00 para cada um. Lá foram jogados numa fazenda no meio do nada em situação de trabalho análogo a ESCRAVIDÃO.

As vítimas fugiram do local,  entraram em contato com suas respectivas famílias, onde prontamente acionaram as autoridades responsáveis. O ônibus que foi contratado para levá-los até Santa Catarina era clandestino e o agenciador que intermediou essa empreitada está sendo procurado pela polícia. 15 desses, são da localidade de Mucambo no Marco- Ce, e os outros três moram em JIJOCA .

Segue a lista de todos que estão em Santa Catarina e precisam retornar para suas Cidades de origem (Jijoca e Marco).


Obs: A Prefeitura já comprou a passagem de todos e os trabalhadores estão num abrigo aguardando os procedimentos da polícia e do Ministro do Trabalho para embarcarem de volta.


José Gilson Santos da Costa
Antônio Cláudio teodosio
Antônio vandame portela dos Santos
Marcos frota dos Santos Sampaio
Benedito Francisco dos Santos
Antonio Ismael Gomes
Francisco Rodrigues Filho
Francisco mociene Costa da silva
Antonio marciel da Silva
Antonio Paulo Anderson Ribeiro
Francisco Wendel Alves
Francisco evair Pereira da Silva
Carlos André dos Santos
Antonio Marcos da Silva
Francisco gleison Marques Vasconcelos
Raimundo Isidoro Neto
Hernade da Costa alves(JIJOCA de Jericoacoara)
Francisco Wendel Marques(JIJOCA de Jeric)
José Sinval Alves Pereira(Jijoca de Jericoacoara)

Confira o Video:

- Advertisement -

Deixe uma resposta