Turismo: Segundo governo aeroporto de “Jeri” só deverá operar em 2014

Pedra furada em Jeri
A
expectativa inicial previa que já estivesse operando desde o início
deste ano, mas o Aeroporto de Jericoacoara deverá funcionar somente em
2014.


A obra é dividida em duas partes, e a previsão
agora é de que a primeira conclua no próximo semestre e a outra somente
na segunda metade de 2013.

Após isso, o aeródromo ainda estará à
espera de uma liberação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac),
segundo informou o secretário estadual de Turismo, Bismarck Maia.

O
primeiro lote a ficar pronto refere-se à pista de pouso, que terá 2,2
mil metros de extensão e 45 metros de largura, permitindo pouso e
decolagem de aeronaves de grande porte, como o Boeing 767-300.


o segundo lote, informa Bismarck Maia, é o terminal de passageiros,
juntamente com áreas de segurança e demais obras relacionadas à
infraestrutura do aeroporto.

Arquitetura

O
terminal de passageiros deverá ter uma aparência rústica, com detalhes e
janelas em parede e vidro e cobertura de taubilhas, uma espécie de
telha de madeira. O projeto é semelhante ao já inaugurado Aeroporto de
Aracati, que sofreu críticas por não ter sido entregue tal como estava
previsto. O Aeroporto de Jericoacoara inclui ainda áreas para alfândega,
Polícia Federal e um Hangar, o que irá credenciá-lo a realizar voos
internacionais diretos, sem a necessidade de conexão no Pinto Martins,
em Fortaleza. O projeto terá, ao todo, uma área de 3.517,45 metros
quadrados, e está sendo instalado no município de Cruz, a 30 quilômetros
da sede do município e a 25 quilômetros da praia de Jericoacoara.

Orçamento

A
construção do aeroporto foi orçada em R$ 45 milhões, sendo R$ 33
milhões aportados pelo Ministério do Turismo (MTur) e uma contrapartida
de R$ 12 milhões restantes oriunda do Governo do Estado.