Vice-Governadoria realiza ciclo de capacitação para profissionais da rede de proteção

A Vice-Governadoria, em parceria com o Instituto Aliança, está realizando o ciclo de capacitação “Construindo Redes de Proteção às Violências em Territórios de Alta Vulnerabilidade Social”. O evento está sendo realizado até esta quinta-feira (12), na sede da Vice-Governadoria, com o objetivo de reunir os profissionais da rede de proteção dos territórios do Pacto por um Ceará Pacífico e criar protocolos de atendimento para a comunidade.

“Essa articulação, na perspectiva de construção de uma rede de proteção, é algo que faz parte da missão do Ceará Pacífico, que é aumentar a presença de políticas sociais em territórios de vulnerabilidade. Muitas vezes os profissionais da rede pública, embora estejam no mesmo território, cumprindo missões similares, não se conectam, não tem uma ação articulada. E a ideia é que a gente possa trazer para essas pessoas as legislações na área de proteção social”, disse a coordenadora do Pacto por um Ceará Pacífico em Fortaleza, Carla da Escóssia.

Ao todo, serão 48 horas de treinamento, divididas em duas etapas. A iniciativa é chancelada pela Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Tipos de violência

Estão sendo abordados protocolos de atendimentos para seis tipos de violência: trabalho infantil, violência sexual, gravidez na adolescência, depressão juvenil, violência contra a mulher, além de uso de álcool e drogas. Essas transgressões foram diagnosticadas no seminário internacional “Cidades Seguras: Múltiplos Olhares”, realizado em junho deste ano.

“Esses tipos de violência são os mais comuns nos territórios de vulnerabilidade de Fortaleza. Então é importante que exista um padrão de atendimento aos jovens e adolescentes dessas comunidades. Quando algo dessa natureza acontecer, os profissionais devem agir de forma ágil e coordenada”, explicou a diretora do Instituto Aliança, Ilma Oliveira.

Já a coordenadora do Ceará Pacífico no território do Curió, Ozanira Aquino, falou sobre a importância do encontro. “Serve pra fortalecer as relações de vínculo e proporciona o alinhamento dos fluxos de acesso as políticas públicas no território, garantindo, com isso, uma rede de proteção fortalecida de crianças, jovens e todos que convivem com essas vulnerabilidades sociais”.

A segunda etapa do ciclo de formação acontecerá entre os dias 22 e 24 de outubro, também na sede da Vice-Governadoria.

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta