Bolsonaro: controlar população é forma de ‘perpetuar poder’

Candidato do PSL está internado no Hospital Israelita Albert Einstein depois de ter levado uma facada na região do abdômen

candidato à Presidência do PSLJair Bolsonaro, falou na manhã desta terça-feira (25) em sua conta no Twitter que as pessoas “sem identidade familiar e cultural são as mais fáceis de serem controladas”.

Para Bolsonaro, a divisão na sociedade gera a luta de classes a o enfraquecimento dos valores.

“Muitos miram propositalmente na divisão da sociedade, resultando na luta de classes e no enfraquecimento de nossos valores. Pessoas ‘dividas’, sem identidade familiar e cultural são mais mais fáceis de serem controladas. É o plano perfeito para quem quer se perpetuar no poder!”, afirmou na publicação.

Agressão de Bolsonaro

Jair Bolsonaro está internado desde o dia 6 de setembro deste ano, depois de ter levado uma facada na região do abdômen durante evento da campanha em Juiz de Fora (MG). O candidato foi submetido a uma cirurgia de emergência na Santa Casa de Juiz de Fora, onde passou a primeira noite depois da facada.

No dia seguinte (7 de setembro), foi transferido para o Hospital Israelita Albert Einstein, onde continua internado. Segundo boletim médico divulgado na tarde de segunda-feira (24), Bolsonaro “mantém boa evolução clínica e permanece sem dor, sem febre ou outros sinais de infecção”.

O candidato está com boa aceitação à dieta leve iniciada no domingo (23) e estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa e realizados exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhadas.

Deixe uma resposta