Caixa Tem bloqueia usuário que trocou de telefone; saiba como resolver

Os beneficiários do auxílio emergencial que, após o recebimento das parcelas em 2020, trocaram de número ou de aparelho celular podem ter tido acessos bloqueados no aplicativo Caixa Tem.

Com isso, o trabalhador pode não conseguir movimentar, digitalmente, os novos pagamentos iniciados nesta terça-feira (6). Quem enfrenta o problema se depara com uma mensagem no app solicitando que o cliente vá a uma agência para resolver a questão, o que tem gerado grande fluxo em algumas unidades da Caixa.

Isso acontece porque a Caixa Econômica Federal informou que permite apenas o cadastro de uma conta por número de celular e a utilização de até duas contas em um único dispositivo eletrônico. A medida tem o objetivo de combater fraudes

Os principais atingidos pelo problema são beneficiários que utilizam muitos chips de linhas pré-pagas e, por isso, possuem seus CPFs vinculados a diversos números de telefone móvel.

Reclamação dos usuários 

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em entrevista ao vivo pela internet, afirmou que 95% do público que compareceu às agências do banco nesta terça relatou problemas relacionados ao bloqueio do Caixa Tem, principalmente, devido a trocas de linhas ou aparelhos telefônicos. 

“Talvez esse seja o maior ponto em relação aos bloqueios: nós não permitimos um número grande de números de celular por CPF porque, no ano passado, identificamos isso como a principal fragilidade quanto a potenciais fraudes”, disse Guimarães.  

Como resolver?

O público que enfrenta esse problema precisa ir a uma agência da Caixa, entre 8h e 13h, portando um documento oficial com foto, como o RG ou a Carteira Nacional de Habilitação, e o número do CPF. 

A Caixa solicita a esses beneficiários que, antes de ir a uma agência, busquem informações pelo telefone 111.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta