Câmera de segurança registra vítimas sendo enfileiradas lado a lado para serem executadas em Viçosa do Ceará; veja o vídeo

Na manhã desta quinta-feira (20), um vídeo de uma câmera de segurança das proximidades da Praça Clóvis Beviláqua, em Viçosa do Ceará, revelou cenas chocantes do momento exato em que as vítimas da chacina foram colocadas em fileira para serem executadas. O crime ocorreu por volta das 3:14 da madrugada, resultando na morte de sete pessoas e deixando outras duas gravemente feridas.

O vídeo, que agora está nas mãos das autoridades, mostra com clareza a ação dos criminosos, que alinharam as vítimas antes de disparar contra elas. Os sons dos tiros, que somaram mais de 50 disparos, ecoaram pela praça, despertando os moradores da região e gerando uma onda de pânico.

 


A Polícia Militar, que respondeu rapidamente ao chamado, já conseguiu identificar cinco das vítimas: Carol, Katia, Ingrid, Manoel e André. As outras duas vítimas mortas ainda não foram identificadas, e os dois feridos foram levados em estado grave para unidades de saúde da região, onde recebem atendimento emergencial.

As autoridades estão intensificando os esforços para reunir informações que possam levar à captura dos criminosos envolvidos. A investigação está sendo conduzida com o máximo rigor, e a Polícia Militar está solicitando a colaboração da população para fornecer qualquer informação que possa ajudar na resolução do caso.

O Governador do Ceará, Elmano  de Freitas, já se pronunciou sobre o incidente, classificando-o como “inaceitável” e assegurando que medidas rápidas e enérgicas estão sendo tomadas para capturar os responsáveis. “Tenham certeza que os bandidos envolvidos serão identificados e presos, um a um, para que paguem na Justiça por tamanha atrocidade”, afirmou o governador em nota oficial.

Com o objetivo de garantir a segurança da população e prevenir novos episódios de violência, reforços policiais foram enviados para Viçosa do Ceará. O Secretário da Segurança Pública do Estado está na cidade para coordenar pessoalmente as ações de investigação e assegurar que os responsáveis sejam levados à Justiça.

 

 

 

 

1 comentário
  1. Careen Idahosa Diz

    Careen Idahosa

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.