Ceará é segundo estado brasileiro que mais aplicou vacinas recebidas, aponta consórcio

Ceará é o segundo estado brasileiro que mais aplicou as vacinas que recebeu. Com 77,3% dos imunizantes utilizados, o Estado fica atrás apenas de São Paulo, que aplicou mais de 87% das doses enviadas pelo Ministério da Saúde, por meio do Plano Nacional de Imunização (PNI). Os dados são do consórcio de veículos de imprensa, formado por G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL.

Em relação à população já vacinada, no entanto, o Ceará divide a nona posição com Pernambuco, com 6,18% dos habitantes já vacinados. Nas últimas 24 horas, 52,3 mil cearenses foram vacinados — o número é inferior a quantidade imunizada em outros estados nordestinos, como Bahia (107 mil) e Pernambuco (54,9 mil).

Total de 567.602 cearenses receberam pelo menos uma das doses da vacina contra a Covid-19, de acordo com dados do vacinômetro da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa). Até agora, 10 lotes de imunizantes chegaram ao Estado após repasse do Ministério da Saúde — isso equivale a 1,17 milhão de vacinas. Fortaleza e outros municípios cearenses já iniciaram a segunda fase de vacinação, em que idosos com menos de 75 anos e comunidades quilombolas entram como grupos prioritários.

Pelo menos 47 municípios cearenses já atingiram 100% da meta estabelecida pela Sesa para imunização de idosos com mais de 75 anos. No total, 69% das doses distribuídas para aplicação da primeira dose já foram utilizadas pelos municípios. Para a segunda dose, 61,4% dos imunizantes foram utilizados no Ceará.

O recebimento de doses exclusivamente pelo PNI deve acabar a partir do próximo mês de abril, quando está prevista a chegada do primeiro lote de vacinas do imunizante russo Sputnik V comprado pelo governador Camilo Santana no dia 19 de março. A negociação de vacinas de forma direta, sem intermédio do governo federal, também é realizada por outros governadores diante da lentidão do governo federal, apontada por políticos e especialistas em saúde.

Santana recorrentemente fala, em transmissões ao vivo ou em postagens nas redes sociais, sobre a logística para garantir agilidade na distribuição de vacinas para todo o Ceará. “A nossa logística de distribuição conta com seis rotas aéreas (aviões e helicópteros) e duas terrestres, contemplando as 22 áreas descentralizadas da saúde do Ceará, e posterior distribuição para todos os municípios”, detalhou o governador em suas redes sociais em fevereiro.

Veja lista dos estados que mais aplicaram as vacinas recebidas:

1º São Paulo: 87,07%

2º Ceará: 77,34%

3º Distrito Federal: 75,85

4º Mato Grosso do Sul: 74,92%

5º Bahia: 70,51%

6º Santa Catarina: 65,23%

7º Rio Grande do Norte: 64,63%

8º Amazonas: 64,60%

9º Paraíba: 62,71%

10º Pernambuco: 62,59%

Deixe uma resposta