Ceará passa de 31 mil recuperados e chega a 2.997 mortes por Covid-19 neste domingo, 31

Ceará chegou a 48.311 casos confirmados e 2.997 mortes pelo novo coronavírus. Os dados foram atualizados hoje, domingo, 31 de maio (31/05), às 10h08min, pela plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Balanço deste domingo aponta ainda que 31.685 pessoas já se recuperaram da doença no Ceará e 53.833 casos seguem em investigação no Estado.

A plataforma sinalizou que do total de mortos, 138 registros entraram na contagem nas últimas 24 horas enquanto apenas uma dessas aconteceu no mesmo período. Além disso, já chega a 116.159 o número de exames realizados no Estado.

Fortaleza é o município com o maior número de confirmações da patologia, com 23.565 casos confirmados. Sobral, município distante 234,8 km da Capital, vem logo depois com 2.141 casos confirmados, seguido de Caucaia (1.676 casos confirmados) e Maracanaú (1.536 casos confirmados).

Nesse sábado, 30 o Ceará chegou a 47.822 casos confirmados e 2.956 mortes, diante dos 38.395 casos confirmados da doença e 2.859 óbitos na última sexta, 29. Houve salto nos números porque foram incluídos resultados de 20.668 exames feitos nos últimos 30 dias, com a testagem em massa dos municípios cearenses. Já na sexta, antes do incremento, foram contabilizados em um dia 441 novos casos e 45 óbitos.

Até quinta-feira, foram registrados 37.821 casos confirmados do novo coronavírus, a Covid-19, e 2.733 mortes em decorrência da doença.

O governador Camilo Santana (PT) anunciou transição para reabertura das atividades econômicas, a partir de segunda-feira, 1º de junho (01/06). O decreto de isolamento social será prorrogado, mas o isolamento rígido, o chamado lockdown, será encerrado.

Já está previsto, de acordo com documento da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), que as atividades de grande aglomeração serão retomadas em 20 de julho. Enquanto os serviços de alimentação fora do lar, como bares e restaurantes, serão retomados no dia 22 de junho.

Camilo Santana justificou medida alegando que casos da doença apresentaram estabilidade e que novo planejamento deve funcionar de forma diferenciada nas regiões do Estado, levando em consideração os índices da doença em cada município.

Ceará passa de 37 mil casos e 2.600 mortes por coronavírus; 23.299 se recuperaram na terça-feira, 26.

Até segunda-feira, 25, o Ceará tinha 36.185 casos e 2.493 mortes por coronavírus.

O Ceará fechou o penúltimo fim de semana de maio com 2.324 mortes por Covid-19 e 35.595 casos confirmados do novo coronavírus, além de 21.488 pessoas que se recuperaram da doença.

Os 169 óbitos notificados de domingo pra segunda foi o segundo maior número incluído nos registros no intervalo de 24 horas. A maior quantidade foi de 261 mortes, em 21 de maio. Essa, todavia, não é a quantidade das mortes ocorridas em um só dia, mas o número dos que foram inseridos nos registros naquela data.

Desde o dia 23 de abril, a Sesa vem informando que o número de óbitos informados na plataforma IntegraSUS sofreria grandes alteraçõesA justificativa é a migração dos registros de mortes por Covid-19 no Estado acumulados no banco de dados da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica e Prevenção em Saúde (Covep) e da Secretaria Executiva de Vigilância e Regulação em Saúde (Sevir).

De acordo com Ricristhi Gonçalves, coordenada de Vigilância Epidemiológica da Sesa, as informações de óbitos foram transferidas entre plataformas nos últimos dias. Com a mudança, um certo número de óbitos confirmados ainda no fim do mês de abril, ficou preso entre um sistema e outro. Nesta quinta-feira, 21, novo e mais ágil sistema de notificações já está em vigor.

Os novos casos e novos óbitos são noticiados de acordo com a data de confirmação, mediante o resultado dos exames. O dado não significa que as mortes tenham ocorrido nessa data, mas que houve o resultado do exame com a confirmação de que o paciente tinha Covid-19.  (Com Informações O Povo)

- Advertisement -

Deixe uma resposta