Ceará registra redução de 46,3% nos homicídios durante a Semana Santa

A operação Semana Santa 2019 terminou com queda de 46,3% nos índices de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) no Ceará. No período do feriadão do ano passado, foram registradas 54 mortes. Neste ano de 2019, esse número caiu para 29.

Aproximadamente 1,5 mil profissionais atuaram no reforço da Segurança desde as 18 horas de quinta-feira, 18, até as 6 horas desta segunda-feira, 22, conforme o plano operacional organizado pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Conforme o órgão, nas quatro regiões em que o Estado está dividido para fins estatísticos foram registradas reduções. O balanço foi feito pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp) da SSPDS. Fortaleza foi de 21 casos para nove, em 2019 (-57,1%); Região Metropolitana caiu de 15 crimes, no ano passado, para 13 CVLIs (13,3%); Interior Norte reduziu de nove para cinco (-44,4%); e por último, no Interior Sul, foram nove casos, em 2018, contra dois em 2019 (-77,7%).

CVPs

Os Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVPs) registraram uma queda de 49,1%, passando de 425 casos para 216, neste ano. Fortaleza reduziu de 235 casos, em 2018, para 148, em 2019 (-37%). Na Região Metropolitana, foram 96 casos, no ano passado, e 28, em 2019 (-59,6%). No Interior Norte, a queda percentual foi de -59,6%, passando de 52 para 21. Já o Interior Sul, os 42 casos registrados, em 2018, caíram para 19, em 2019 (-54,7%).

Os furtos registraram uma queda de 47,2%, indo de 322 para 170. Em Fortaleza, foram 170 casos no ano de 2018 e, durante o feriadão deste ano, foram contabilizados 100 casos (-41,1%). Na Região Metropolitana, foram 49 casos, no ano passado, e 23 (-53%) neste ano. Já no Interior Norte, a redução percentual foi de -64,8%, caindo de 54 casos para 19. No Interior Sul, a diminuição percentual foi de -42,8%, indo de 49 para 28.

Corpo de Bombeiros

Conforme os dados do Corpo de Bombeiros, não houve registro de afogamentos fatais nas áreas monitoradas pelas equipes no Estado. Houve o aumento de 77,6% nas prevenções, se comparado com a Semana Santa do ano passado: foram 9.602 ações preventivas; no ano passado, foram 5.405.

No número de resgate de afogados, houve uma queda de 38,4%, passando de 26 casos, no ano passado, para 16, no feriadão deste ano.

Rodovias estaduais

Os acidentes chegaram a 35 casos. Em 2018, foram 29. O número de mortos nas CEs também aumentou, passando de quatro casos, no ano passado, para seis agora.

Nas estradas estaduais, foram abordados 14.740 veículos. Isso corresponde a aumento de 45,4% se comparado ao feriadão da Semana Santa de 2018, quando foram realizadas 10.132 abordagens.

As apreensões de veículos aumentaram quase 28% neste ano. O número que foi de 159, em 2018, para 203, neste ano. Já a quantidade de feridos em sinistros reduziu de 23 para 13 (-43,4%).

Ciopaer

Durante os dias da operação, as aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações de Aéreas (Ciopaer) da SSPDS realizaram 24 deslocamentos como patrulhamento aéreo, remoção aeromédica e apoio à operação policial. No total, os helicópteros da Ciopaer voaram um total de quase 28 horas, com atuações nas quatro bases do Estado (Fortaleza, Juazeiro do Norte, Quixadá e Sobral).

REDAÇÃO O POVO ONLINE

Deixe uma resposta