Ciro Gomes chama Eduardo Cunha de ‘pilantra de quinta’ em reunião do Pros

Ciro Gomes (Pros) acusou Eduardo Cunha (PMDB), presidente da Câmara dos Deputados, de dificultar a recuperação do Brasil e de atrapalhar o governo da presidenta Dilma Rousseff, nesta segunda-feira, 17, durante discurso no encontro dos Ferreira Gomes para decidir destino do grupo:se é o Pros ou o PDT, no Hotel Romanos, Messejana. Neste contexto, o irmão de Cid chamou de o chefe do Congresso de “pilantra de quinta categoria”.

Ainda não se sabe se a definição sairá nesta segunda ou será adiada. No encontro, além de Cid e Ciro, estão presentes o titular da Secretaria de Cidades do Ceará, Lúcio Ferreira Gomes (Pros); o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (Pros); o prefeito da Capital, Roberto Cláudio; e prefeitos do Interior, vereadores e simpatizantes do grupo político. Até o momento, eles permanecem reunidos.

Em entrevistas recentes, Cid tem afirmado que sua possível saída do Pros seria pela falta de diretórios permanentes do partido. Especulações, no entanto, apontam que mudança para o PDT faz parte de estratégia para Ciro voltar a disputa pela Presidência.
Caso saia para o PDT, este será o sétimo partido do primogênito da família. Ele já passou pelo PDS, PMDB, PSDB, PPS, PSB e Pros. Na AL, deputados avaliam que migração do grupo pode gerar “onda de convites” para outras mudanças partidárias.

Com Informações do Jornal O Povo