Conheça os pré-candidatos pedetistas à sucessão municipal de Fortaleza

O PDT oficializou na sexta-feira (17) os nomes que vão disputar a indicação para ser o pré-candidato do partido à sucessão do prefeito Roberto Cláudio. Esse é o passo inicial para a montagem da aliança governista que disputará a continuidade na Prefeitura de Fortaleza. O passo seguinte é envolver os partidos aliados.

Exceção do deputado federal Idilvan Alencar, especialista em uma área estratégica para o grupo governista que é a Educação, os outros já eram apontados como nomes potenciais para a contenda eleitoral de novembro.

Agora, mais do que mostrar bons atributos no debate, terão que arregimentar apoio dos correligionários nos bastidores para tentar fortalecer seus nomes na disputa, se é que isso terá peso. Cada um deles tem trunfos e dificuldades para serem ungidos candidatos.

 O Homem da Copa 

Ferruccio Feitosa participou da lista tríplice que acabou escolhendo Roberto Cláudio na disputa vitoriosa à Prefeitura da Capital em 2012. Conta com a confiança do ex-governador Cid Gomes, de quem foi o destacado secretário especial da Copa do Mundo 2014 e responsável pela reforma da Arena Castelão.

Seguiu prestigiado na gestão Roberto Cláudio. Mesmo sob o comando da rica Regional II, que engloba bairros como Aldeota e Meireles e que teve fortes investimentos,  Ferruccio não decolou no sentido de construir sua própria liderança no grupo, o que pode dificultar os planos.

Educação como trunfo 

Idilvan Alencar se destacou pela atuação na Educação. Forte bandeira do PDT, a área será uma das prioridades de qualquer gestor municipal pelos próximos quatro anos.

Ele foi uma certa surpresa ao ser eleito deputado federal e tem um mandato atuante em Brasília. Conta com a simpatia do senador Cid Gomes. Novo nos debates eleitorais, Idilvan não teve tempo e envergadura para construir uma liderança sobre os colegas de legenda.

Experiência na política 

José Sarto é uma figura política destacada em Fortaleza. Mantém base de apoio aos seus mandatos parlamentares há mais de duas décadas. A seu favor pesa também a experiência administrativa: presidente da Câmara Municipal e Presidente da Assembleia Legislativa, além de líder do governo Cid Gomes.

É próximo do ex-ministro Ciro Gomes. Pode significar uma desvantagem ao seu nome a busca de uma renovação dentro da aliança governista.

Ressurgindo no debate

 

Salmito Filho, deputado estadual, também tem atuação política com base parlamentar forte na Capital. Ex-presidente da Câmara Municipal, ele ainda exerce liderança sobre um grupo de vereadores, mesmo estando com um mandato na Assembleia Legislativa. Foi secretário na gestão Roberto Cláudio.

Na reta final de sua gestão à frente da Câmara, vivenciou alguns contratempos com o Paço Municipal. No último ano, o parlamentar adotou um perfil mais discreto, o que o distanciou do debate pré-eleitoral. Ressurge agora como opção.

Por dentro da máquina 

Até pela função que ocupou na gestão municipal, Samuel Dias é o preferido do prefeito Roberto Cláudio. Pesa a seu favor o fato de estar totalmente por dentro da gestão municipal pedetista, com a compreensão de tudo que precisa fazer na máquina municipal.  Foi secretário de infraestrutura, em uma gestão marcada por muitas obras, e também secretário de Governo.

Como 2020 antecipa a disputa de 2022, o fato de ser ligado ao prefeito da Capital pode ser um ‘porém’ às pretensões. Roberto Cláudio aparece, hoje, como um pré-candidato natural à sucessão do governador Camilo Santana e o fato de já ter o indicado à Prefeitura pode ser posto na mesa no debate daqui a dois anos. (As Informações são do Diário do Nordeste)

- Advertisement -

Deixe uma resposta