Devedômetro | Médicos de Itapipoca, Ipueiras, Catunda e outros 14 municípios estão com salários atrasados

Referência em atuar por direitos da categoria, o Sindicato dos Médicos do Ceará realiza, mensalmente, desde janeiro de 2017, um levantamento acerca do atraso na folha de pagamento dos profissionais da classe: o Devedômetro. Dados referentes ao mês de maio apontam que 17 municípios cearenses continuam em débito com os médicos. Entre as cidades, estão: Acarape, Aracati, Aracoiaba, Alto Santo, Baturité, Catunda, Chaval, Fortaleza, Limoeiro do Norte, Maranguape, Morada Nova, Mulungu, Icó, Itapipoca, Ipueiras, Pacajus e Pires Ferreira.

Fortaleza está na lista desde o mês de abril, após ter reiterados os atrasos de pagamentos em diversas unidades como o Hospital Fernandes Távora, SOPAI, Hospital Nossa Senhora da Conceição, Frotinha da Parangaba, SAMU Fortaleza, UPAs e Policlínicas. Já no mês de maio, o município permaneceu na lista devido ao atraso do SAMU Fortaleza para os médicos que atuam por meio da Cooperativa de Atendimento Pré & Hospitalar (COAPH), que não tiveram os pagamentos do mês de março efetuados.

De acordo com a gerente jurídica do Sindicato dos Médicos, Dra. Thaís Timbó, os médicos do SAMU Fortaleza seguem com os salários do mês de março atrasados, no qual não receberam nenhuma justificativa sobre o que ocasionou ou a previsão de recebimento. “Os profissionais já tentaram resolver a questão diretamente com a cooperativa e com a Secretaria de Saúde de Fortaleza, mas não tiveram resolutividade, por isso procuraram nossa intermediação”, afirma.

Como acionar o Devedômetro

O Sindicato dos Médicos orienta que os profissionais passem a documentar os plantões para comprovações futuras e procure imediatamente a entidade diante de prejuízos salariais, para que as devidas providências sejam tomadas.

O Devedômetro funciona da seguinte forma: o Sindicato é acionado por médicos cujas remunerações estão em atraso. Após checar a denúncia, a entidade tenta resolver o problema de forma administrativa, através do seu Departamento Jurídico. Esgotadas as negociações no âmbito administrativo, são tomadas as medidas judiciais cabíveis para assegurar o respeito ao trabalho médico e feita a divulgação dos “maus pagadores e devedores” através das redes sociais oficiais e portal do Sindicato dos Médicos. A divulgação refere-se sempre aos débitos do mês anterior.

2 Comentários
  1. I visit every day some websites and sites to read articles or
    reviews, however this webpage presents quality based writing.

  2. Your style is so unique in comparison to other people I’ve
    read stuff from. I appreciate you for posting when you’ve
    got the opportunity, Guess I’ll just book mark this web site.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.