Fortaleza tem a maior fatia de toda a riqueza do Ceará; Sobral fica entre os dez municípios com maior participação no PIB do Ceará

Em 2019, Fortaleza continuou detentora da maior fatia do Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará, já que respondeu por 41,21%, o equivalente a R$ 67,41 bilhões, de toda a riqueza do Ceará, de R$ 163,57 bilhões. No entanto, nos últimos 17 anos, Fortaleza perdeu participação, pois em 2002 era responsável por 46,71% (R$ 13,41 bilhões) do PIB estadual, na época de R$ 28,71 bilhões. A constatação da perda na participação do PIB Fortaleza em relação ao Estado – o que caracteriza uma desconcentração da renda gerada no estado entre seus municípios – está no trabalho Produtor Interno Bruto Municipal (Nº 05 – Dezembro/2021) –Análise dos PIB dos Municípios Cearenses 2019.

O estudo foi divulgado simultaneamente na manhã de hoje (17) pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e mostra, detalhadamente, o PIB – inclusive per capita – de cada um dos 184 municípios cearenses.

Os dez municípios com maior participação no PIB do Ceará, em 2019, foram Fortaleza, como já citado, Maracanaú, Caucaia, Juazeiro do Norte, Sobral, São Gonçalo do Amarante, Eusébio, Aquiraz, Crato e Horizonte. Dentre esses, sete pertencem a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), 02 a região do Cariri, e 01 região de planejamento Sertão de Sobral.  Maracanaú apresentou um aumento em sua participação no PIB estadual, passando de 5,82%, em 2002, para 6,71%, em 2019.

Com relação aos municípios com menor participação no PIB estadual em 2019 mereceram destaque Granjeiro (0,03%), Pacujá (0,03%), Senador Sá (0,03%), Baixio (0,03%) e Umari (0,03%). Já as participações dos dez municípios com menor participação no PIB representaram, juntos, apenas 0,34% de tudo que é gerado no Ceará. Individualmente, esses exibem participações menores do que 0,05% no PIB do total. Dentre os municípios com menores participações estão Pires Ferreira e Itaiçaba, dado que estes reduziram participação de 2002 a 2019, perdendo posições no ranking do PIB do total do Estado em 2019. Pires Ferreira ocupava a 164º posição no ano de 2002, passando para a 174º em 2019. Já Itaiçaba, que em 2002 ocupava a 162º posição, passou para a 173º, em 2019.

PIB PER CAPITA

Em 2019, os 10 municípios com maiores PIB per capita do Ceará contribuíram com 58,3% do PIB estadual e agregaram em seus territórios 38% da população: São Gonçalo do Amarante (R$ 77.639,32), que vem ocupando o primeiro lugar no ranking desde 2017;  Eusébio (R$ 59.678,97), Maracanaú (R$ 42.778,34), Aquiraz (R$ 32.792,37), Fortaleza (R$ 25.254,44), Horizonte (R$ 25.238,28), Jijoca de Jericoacoara (R$ 24.924,54), Pereiro (R$ 22.783,47), Sobral (R$ 21.919,49) e Tianguá (R$ 19.276,27).

Os municípios de São Gonçalo do Amarante, Eusébio e Maracanaú tiveram como principais atividades produtivas em 2019, respectivamente: Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação, Demais Serviços e Indústrias de transformação; Demais serviços e Indústria de Transformação, Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas; e Demais serviços e Indústria de Transformação, Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas. São Gonçalo do Amarante vem ganhando expressão econômica no Ceará, principalmente por ter instalado em seu território o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), formado por termelétricas, pela Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP S/A) e pela Zona de Processamento e Exportação do Ceará (ZPE).

De acordo com Daniel Suliano, analista de Políticas Públicas do Ipece e um dos autores do trabalho, dos dez municípios com maior PIB per capita em 2019, seis pertencem a região de planejamento da Grande Fortaleza (São Gonçalo do Amarante, Eusébio, Maracanaú, Aquiraz, Fortaleza e Horizonte). Quanto aos demais, estes integram as regiões do Litoral Norte (Jijoca de Jericoacoara), Vale do Jaguaribe (Pereiro), Sertão de Sobral (Sobral) e Serra da Ibiapaba (Tianguá). Na análise dos municípios com menores PIB per capita em 2019, os dez foram: Catarina (R$ 5.749,66), Pires Ferreira (R$ 6.067,21), Itatira (R$ 6.323,87), Miraíma (R$ 6.643,01), Senador Sá (R$ 6.841,58), Caridade (R$ 6.854,90), Tejuçuoca (R$ 6.916,28), Alcântaras (R$ 6.976,04), Palmácia (R$ 7.049,06) e Santana do Acaraú (R$ 7.088,77). Esses respondem por 0,7% do PIB estadual e representam 1,9% da população do Ceará.

Quanto a localização geográfica dos municípios com menor PIB per capita do Ceará, eles estavam situados nas seguintes regiões de planejamento: Centro Sul (Catarina), Sertão de Sobral (Pires Ferreira, Senador Sá, Alcântaras e Santana do Acaraú), Sertão de Canindé (Itatira e Caridade), Litoral Oeste/Vale do Curu (Miraíma e Tejuçuoca) e Maciço de Baturité (Palmácia). As principais atividades econômicas desenvolvidas nestes municípios em 2019 foram: Administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social, Demais serviços Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas, Agricultura, inclusive serviços de apoio à agricultura e a pós colheita e Pecuária, inclusive serviços de apoio à pecuária.

Ele observa que 90,8% dos municípios cearenses apresentaram um PIB per capita menor do que o do estado do Ceará, ou seja, 167 municípios obtiveram um PIB per capita menor do que R$ 17.912,17 em 2019. “Dentro do estado do Ceará tem-se um elevado nível de concentração de renda, pois os 10 municípios com maiores PIB per capita respondem por 58,3% do PIB estadual e os 10 municípios com menores PIB per capita respondem por apenas 0,7%”. Também são autores do estudo os analistas de Políticas Públicas Alexsandre Cavalcante; Cleyber Medeiros; Nicolino Trompieri; Paulo Pontes e Witalo Paiva e os assessores Técnicos Ana Cristina Lima Maia e Rogério Soares.

Acesse aqui a Publicação Completa

Apresentação

3 Comentários
  1. I think this is among the most significant information for me.
    And i am glad reading your article. But wanna remark on few general things, The web site style is great, the
    articles is really great : D. Good job, cheers

  2. Do you mind if I quote a few of your posts as long as
    I provide credit and sources back to your blog?

    My blog site is in the very same niche as yours and my visitors would truly benefit
    from a lot of the information you present here.

    Please let me know if this alright with you.
    Thanks!

  3. I have been browsing online more than three hours today, yet I never found any
    interesting article like yours. It is pretty worth enough for me.

    Personally, if all webmasters and bloggers made good content as you did,
    the internet will be much more useful than ever before.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.