Homem é preso duas vezes em pouco mais de um mês no munícipio de Granja

A Polícia Civil do Ceará (PC-CE), cumpriu um mandado de prisão preventiva pelo crime de tortura no município de Granja, na região Norte do Estado. A ação, fruto da segunda edição da operação Medellin, aconteceu nessa segunda-feira, 9.

Investigado por envolvimento em crimes realizados por um grupo criminoso, José Joaquim Benício Lopes, 40, possui ficha por lesão corporal dolosa, outros crimes contra a dignidade sexual, tráfico ilícito de drogas e homicídios.

A captura de Joaquim é resultado de um trabalho investigativo da Delegacia Municipal de Granja que o capturou em meio ao cumprimento de um mandado de prisão temporária pelo crime de tortura, na localidade de Parazinho, em Granja.

Conhecido popularmente como “Nem do Parazinho”, o suspeito foi localizado em uma residência e levado a Delegacia Municipal de Granja, onde os procedimentos judiciais foram cumpridos.

Joaquim já tinha sido preso na primeira edição da Operação Medellin, no dia 3 de agosto. O mandado de prisão temporária em seu desfavor correspondia ao crime de homicídio registrado em dezembro de 2022 que matou um homem de 29 anos, também em Granja.

A ação contou com o apoio do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPJI-Norte). Além do mandado de prisão temporária, um mandado de busca e apreensão também foi cumprido em sua residência.

No local, dentro de fundos falsos foram encontradas três armas de fogo, munições, 570 gramas de cocaína, cartões, dinheiro nacional e internacional e outros materiais.

Fonte: O Povo/SSPDS

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.