Hotéis do Ceará querem ampliar capacidade de ocupação para 80% no Réveillon

A Associação Brasileira das Indústrias de Hotéis no Ceará (ABIH-CE) busca ampliar a capacidade de hóspedes prevista no decreto estadual de 60% para 80% do limite máximo durante o Réveillon, sob a justificativa de alta demanda e protocolos rígidos de biossegurança adotados. A solicitação formal para a flexibilização foi entregue ao Governo do Estado há cerca de duas semanas.
Em 2019, a taxa de ocupação ficou em 96% no período. Neste ano, apesar da não realização da tradicional festa no Aterro da Praia de Iracema, por conta da pandemia do novo coronavírus, reservas já atingiram o limite em alguns estabelecimentos. O presidente da ABIH-CE, Régis Medeiros, diz que o segmento já seguia padrões de higienização antes da crise sanitária, intensificados e adequados às necessidades atuais.

“Hoje, podemos ocupar apenas 60%. Então, já protocolamos a possibilidade aumentar para 80%, mas não tivemos um retorno até o momento. Acreditamos que, se os voos podem vir com 100% dos passageiros, os hotéis também podem usar sua totalidade. Claro, com os protocolos rígidos que estamos seguindo, escalonamento no café da manhã, separação das mesas e as limpezas necessárias”, exemplifica.
Outra medida seria a divisão dos hóspedes em áreas diferentes do espaço durante a celebração da virada de ano. Para a ABIH-CE, se o relaxamento for acatado, a taxa de ocupação ficará entre 70% e 80%. Régis afirma que tem crescido a procura pelo turismo interno e, principalmente, para o litoral cearense. A presidente do Visite Ceará/Fortaleza Convention & Visitors Bureau e diretora do Hotel Sonata, em Fortaleza, Ivana Bezerra, lembra do ano atípico, mas comemora a retomada.
Segundo o Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), o valor médio da diária em Fortaleza, de janeiro a outubro deste ano, foi de R$ 204,89. Uma queda de 2,89% em relação a igual recorte em 2019, quando estava em R$ 210,82.
Já a taxa de ocupação caiu de 71,76% para 35,23% na comparação dos períodos.Para a retomada do turismo local, o Governo do Ceará realiza roadshows (evento itinerante que percorre diversas regiões) em 26 cidades no Brasil. As vantagens e belezas locais são mostradas aos agentes e operadores de viagem, além de reforçar que o Ceará recebeu, no início de outubro, o selo de segurança global Safe Travels do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, sigla em inglês). A certificação foi concedida após a Secretaria do Turismo (Setur) apresentar ao órgão os protocolos estabelecidos pelo governo estadual.

 

Fonte: OPovo

Deixe uma resposta