Ministros do STF votam pela condenação do ex-deputado cearense Aníbal Gomes

Dois ministros da segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) votaram na terça-feira (2), pela condenação do ex-deputado federal cearense Aníbal Gomes (DEM).

Aníbal é réu por lavagem de dinheiro e corrupção passiva no âmbito da Operação Lava Jato, acusado de ter oferecido propina de R$ 800 mil ao então diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa.

Os ministros que proferiram os votos na sessão de hoje foram Edson Fachin e Celso de Mello, respectivamente relator e revisor do processo. Além do ex-deputado, também está sob julgamento na ação penal o engenheiro Luiz Carlos Batista Sá.

A denúncia contra Aníbal foi apresentada em 2016 pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e recebida por unanimidade pela segunda turma do STF. Em 2018, Celso de Mello liberou a ação para julgamento. A sessão de julgamento sobre o caso será retomada na próxima terça-feira (9).

- Advertisement -

Deixe uma resposta