Motorista de aplicativo é encontrado morto com sinais de violência em São Gonçalo do Amarante

Um motorista de aplicativo foi encontrado morto nesta sexta-feira (9/6) no bairro Saquinho, em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza. De acordo com a família da vítima, Antônio Cláudio Nascimento, de 29 anos, estava desaparecido desde a noite da quinta-feira (8/6).

Segundo familiares, Antônio saiu para trabalhar como motorista de aplicativo na noite da quinta-feira, por volta das 20 horas. Desde então, eles não tiveram mais contato com a vítima.

Na manhã da sexta-feira, a família mobilizou as redes sociais em busca de Antônio. Contudo, ainda de manhã, recebeu a informação via redes sociais de que havia sido encontrado um corpo em uma região de matagal nas proximidades do Pecém.

De acordo com um familiar de Antônio Cláudio, com quem o g1 conversou, a família reconheceu o corpo de Antônio por meio de uma foto e havia sinais de agressão.

O carro de Antônio, um Onix vermelho, não estava próximo ao corpo. Conforme a família, o veículo teria sido encontrado na tarde desta sexta-feira no bairro Cristo Redentor, na zona oeste de Fortaleza. A SSPDS, no entanto, não confirmou a informação.

Em nota, Associação dos Motoristas de Aplicativos do Ceará (Amap) lamentou o óbito do motorista e destacou que Antônio é a “53° pessoa assassinada enquanto trabalhava no transporte por aplicativo no Ceará”.

Segundo a família, Antônio Cláudio era acadêmico de Direito e trabalhava como motorista de aplicativo para pagar a graduação e ajudar os pais.

De acordo a Amap, Antônio Cláudia rodava tanto pelo app Uber quanto pelo 99. Em contato com a Uber para saber se o motorista trabalhava por meio da plataforma e foi informado de que o veículo de Antônio não era cadastrado no aplicativo.

A reportagem também procurou a plataforma 99, no entanto, até a última atualização desta matéria, não obteve retorno acerca do questionamento se Antônio Cláudio trabalhava pelo aplicativo.

De acordo com a Polícia Civil, a investigação do caso está a cargo da Delegacia Metropolitana de São Gonçalo do Amarante.

Fonte: G1 CE/CE Notícias

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.