“Nós criamos mecanismos de combate à corrupção como nenhum outro partido”, afirma Haddad

Apresentando-se como vice de Lula, Fernando Haddad defendeu as formas que o Partido dos Trabalhadores (PT) buscou para combater a corrupção durante os governos petistas. Em entrevista para a GloboNews, na noite desta quinta-feira, 6, o ex-prefeito de São Paulo disse que seu partido fortaleceu de maneira inédita as instituições como Polícia Federal (PF) e Poder Judiciário.
“Nós criamos mecanismos de combate à corrupção como nenhum outro partido”, afirmou, ao se esquivar de perguntas sobre escândalos de corrupção envolvendo o PT nos últimos anos. De acordo com o candidato à vice-presidência do Brasil, as gestões petistas se diferenciam por terem fortalecido atuação da PF, da Procuradoria Geral da União e do Ministério Público.
“Essas são instituições que combatem a corrupção na nossa República. Todas foram fortalecidas durante os nossos governos”, declarou em meio à entrevista tensa.
Defendendo-se de questionamentos quanto às denúncias de corrupção contra si, o candidato atacou um imaginário que, segundo ele, está se criando no País. “Parece que o direito de defesa acabou no Brasil”, enfatizou.
Bolsonaro
Antes de começar a entrevista, Fernando Haddad mostrou solidariedade à família do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que sofreu ataque com golpe de faca na tarde dessa quarta-feira,7.“Só estou concedendo entrevista por ela já estar marcada em minha agenda”, disse.