Operação da PC-CE de combate ao tráfico resulta em prisões em Sobral e em Fortaleza

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), por meio do Núcleo de Combate ao Crime Organizado (NCCO) de Sobral, desencadeou uma operação de repressão ao narcotráfico na Região Norte do Estado. A ofensiva aconteceu no início da manhã desta quinta-feira (30), na cidade de Sobral. A ofensiva resultou nas apreensões de drogas e de itens usados na atividade ilícita, além das prisões de duas pessoas – uma em Sobral e outra na Capital.

Após investigações do núcleo especializado da Delegacia Regional de Sobral, os policiais identificaram um homem suspeito de envolvimento em crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico na cidade. Dessa forma, a unidade policial representou ao Poder Judiciário pela busca e apreensão e também pelas prisões preventivas dos investigados. Com as decisões judiciais em mãos, os policiais saíram em diligências e capturaram Nicholas Melo Pessoa (21) em sua residência, no bairro Junco.

Durante as buscas, Nicholas foi localizado na posse de instrumentos perfurocortantes, itens usados no consumo e venda de drogas, duas balanças de precisão, dois aparelhos celulares e uma quantia em dinheiro, além de cerca de 700 gramas de substância análoga à maconha e três cogumelos alucinógenos. A equipe policial conduziu Nicholas à Delegacia Regional de Sobral, onde foi dado cumprimento ao mandado de prisão preventiva pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Na delegacia, Nicholas também foi autuado em flagrante também pela traficância de substâncias entorpecentes. Após os procedimentos, o homem foi encaminhado a uma unidade do sistema prisional, onde encontra-se à disposição do Poder Judiciário.

Fortaleza 

Outra ação simultânea da PC-CE aconteceu em Fortaleza e resultou na captura de Joseval Pereira Lopes (31), investigado no mesmo processo judicial e suspeito de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Contra ele, foram cumpridos mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão. As investigações acerca da atividade ilícita seguem em andamento.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.