Pesquisa revela dados sobre a comunidade acadêmica da UVA

Em pesquisa, realizada no período de 11 a 20 de junho de 2020, a Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROGRAD) ouviu alunos, professores e funcionários da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) sobre diversas questões vivenciadas pela comunidade acadêmica no contexto de excepcionalidade, provocado pela pandemia do novo coronavírus (COVID19). Uma das questões levantadas na pesquisa foi quanto ao interesse e disponibilidade de participar de atividades pedagógicas não presenciais. Responderam à pesquisa, por meio de questionário on-line, 3.830 estudantes (55,22% dos alunos regularmente matriculados); 290 professores (78,17% dos 343 efetivos e 28 substitutos/ temporários) e 84 funcionários técnico-administrativos (dos 166 terceirizados e 89 servidores públicos).
O questionário respondido por alunos e professores de todos os 26 cursos de graduação da UVA, ofertados em Sobral, abrangeu também perguntas como “estado emocional diante da pandemia; enquadramento em grupos de risco para a COVID-19 ou convivência com pessoas desses grupos; forma de transporte para a Universidade; acesso à Internet e a equipamentos eletrônicos; e familiaridade com recursos e ferramentas de ensino remoto”, entre outras, específicas para cada grupo pesquisado, como o de funcionários técnico-administrativos.
De acordo com a PROGRAD, a pesquisa subsidiará o planejamento de retorno às atividades letivas na UVA, referentes ao Semestre 2020.1, observados os protocolos de segurança sanitária e demais medidas estabelecidas pelo Governo do Estado do Ceará e pela Prefeitura Municipal de Sobral.

Via: Sobral de Prima

- Advertisement -

Deixe uma resposta