Seleção brasileira renasce com Jesus, graças a Tite

Resultado de imagem para Seleção brasileira renasce com Jesus, graças a TiteEra a estreia de Tite na Seleção. Na altitude de 2.850 metros de Quito, o Equador não perdia em jogo oficial dede 2009. Lá, o Brasil não vencia há 33 anos, desde 1983. Pelas Eliminatórias, nunca tinha saído da capital equatoriana com os três pontos. Mas era a estreia de Tite, e ele apresentou à nação exatamente o que dele se esperava: um time leve, organizado atrás e na frente, com muita movimentação e potencial ofensivo. Mesmo na altitude equatoriana, a seleção brasileira mostrou os passes verticais, as tabelas e as triangulações que o novo comandante pretendia implementar com o seu esquema 4-1-4-1. Resultado: uma vitória vibrante por 3 a 0, que, ao passo em que encerrou um longo jejum – verdadeiro tabu – alimentou de esperança a torcida brasileira.

O resultado ainda não foi o bastante para deixar o Brasil confortável na tabela. A situação ainda é complicada, mas há grandes expectativas no horizonte. A Seleção de Tite volta a campo na terça-feira, na Arena da Amazônia, em Manaus, onde enfrenta a Colômbia às 21h45. Será a oitava partida da Seleção nas eliminatórias, e um confronto direto pelas primeiras posições – hoje, o Brasil tem 12 pontos, e a Colômbia, 13.

Bom jogo
Após um primeiro tempo com boa movimentação, mas sem grandes chances, em que o Equador foi mais ofensivo, o Brasil voltou bem melhor do intervalo e dominou a etapa final. Na frente, com o time compactado e jogadores se apresentando para a linha de passe nas tramas ofensivas; atrás, com as linhas compactas e saídas em bloco para o meio-campo. Na transição, Passes verticais pelo meio desestabilizavam as linhas adversárias. E as triangulações davam a cada trama um potencial ofensivo que há muito não se via na Canarinho.

Aos 25, Gabriel Jesus recebeu boa enfiada, ganhou de Mina na corrida e só parou quando foi derrubado pelo goleiro Domínguez: pênalti claro, que Neymar cobrou no canto e converteu aos 27. Brasil 1 a 0. Aos 30, o lateral equatoriano Paredes foi expulso após receber o segundo cartão amarelo por falta dura em Renato Augusto. O momento, ali, era o melhor para o Brasil no jogo. Na sequência, Coutinho, que entrou bem, infernizou a defesa rival e quase deixou o seu em duas oportunidades, com grandes jogadas.
Aos 41, Gabriel Jesus fez o seu primeiro gol. Pela esquerda, Neymar enfiou para Marcelo, em projeção, o lateral foi à linha de fundo e cruzou para o camisa 9 finalizar meio de lado, meio de calcanhar, da pequena área: 2 a 0 Brasil. O menino Jesus ainda faria mais um: aos 47, recebeu na entrada da área e aproveitou os 2.850m de altitude para chutar por cobertura, fazendo um golaço. Equador 0 x 3 Brasil.

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta