Em “nova fase”, Segurança terá comitê estratégico integrado e mais polícia nas ruas

|CEARÁ| Novo titular da SSPDS, Roberto Sá toma posse prometendo "caçar" criminosos. "Bandido será tratado como bandido", reforçou Elmano. Comitê deverá ter reuniões regulares, entre vários órgãos e instituições, para discutirá ações integradas contra a violência

A cena pode ser interpretada como prestígio e união das várias instituições locais, ou também como uma cobrança implícita pela redução imediata dos atuais índices de homicídios no Ceará. O auditório do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) ficou lotado, na manhã de ontem, para a posse do novo secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Roberto Sá.

Os discursos, tanto do governador Elmano de Freitas(PT) como do novo titular da pasta, foram acalorados, citando esta como “uma nova fase da segurança pública” e confirmando a necessidade de ações integradas entre vários órgãos e instituições e o maior policiamento nas ruas para enfrentar os índices de criminalidade.

Em 2024, 1.334 pessoas foram assassinadas no Ceará até o dia 19 de maio (última atualização divulgada pela SSPDS de Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLIs). Média de dez homicídios por dia. O governador admitiu que a população cearense “neste momento está com medo” diante da violência. Na sua fala, usou a figura do cidadão e cidadã que vão trabalhar “e não sabem se voltam”.

O ocupante anterior da SSPDS, delegado Samuel Elânio, no último dia 22, chegou a mencionar que o número de homicídios no Estado estaria com “número razoável”, se comparado a um período maior. Cinco dias depois sua saída foi anunciada. No dia 29 foi confirmado o nome de Roberto Sá na pasta.

“Senti o convite como uma convocação”, afirmou o empossado. “Atuaremos dentro da legalidade, mas com todo rigor possível, implacavelmente. Criminosos do Ceará, nós não daremos trégua”, afirmou Roberto Sá. O termo “caçar” foi usado tanto pelo governador como pelo novo secretário.

Uma das novas medidas antecipadas pelo governador durante a posse será a criação, nos próximos dias, de um comitê estratégico integrado para discutir ações de segurança pública e combate ao crime. Reunirá diversos órgãos e instituições para dividir informações, operações, sugestões e responsabilidades no trato da criminalidade. A ideia é que isso aconteça em reuniões regulares.

O Comitê Estratégico será composto por órgãos operacionais e de inteligência da SSPDS e de outras secretarias estaduais, forças policiais federais e instituições como Tribunal de Justiça (TJCE), Ministério Público Estadual (MPCE) e Assembleia Legislativa (Alece). O grupo deverá ser coordenado diretamente pelo próprio governador. Os detalhes ainda serão divulgados.

Outra ação, cobrada diretamente por Elmano ao novo secretário, desde as primeiras reuniões internas e reafirmada nas declarações de ontem durante a posse, será o policiamento ostensivo mais presente as ruas. “Nosso povo tem que enxergar nossas forças na rua para protegê-lo”, especificou o governador. “Bandido no Ceará será tratado como bandido”, disse, sob aplausos. A plateia tinha de prefeitos a parlamentares, representantes comunitários e, na maioria, membros das forças de segurança do Estado.

O governo estadual também deverá anunciar, brevemente, um pacote de medidas para a área da segurança. Que incluirá, segundo Elmano, novos concursos para policiais militares e bombeiros, convocação de policiais militares já aprovados em concursos recentes, novos valores a serem investidos em operações de rua e ações de inteligência. Não foram antecipados número de vagas e cifras dos investimentos.

Na coletiva com a imprensa, uma das respostas mais curtas do governador foi sobre a possibilidade de o Ceará reimplantar a política de metas para redução de homicídios. “Esse é um dos temas que estamos discutindo e serão tratados quando anunciadas as novas medidas”, afirmou Elmano.

Roberto Sá é delegado federal aposentado e tenente coronel reformado da Polícia Militar. Tem quase 40 anos de atuação na área. Já foi secretário da pasta no Rio de Janeiro e no Espírito Santo. (com Dayanne Borges).

FONTE: O Povo Online

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.